Aceito convites para um café! :

Tipos de serviços de nuvem

O post Tipos de serviços de nuvem descreve as três categorias principais de serviços de nuvem. O IaaS (infraestrutura como serviço), PaaS (plataforma como serviço) e o SaaS (software como serviço).

Tipos de serviços de nuvem

IaaS (infraestrutura como serviço)

A infraestrutura como serviço é a categoria mais flexível dos serviços de nuvem. Ela tem como objetivo oferecer controle total sobre o hardware que executa o aplicativo [servidores de infraestrutura de TI e VMs (máquinas virtuais), armazenamento, redes e sistemas operacionais]. Com a IaaS, você aluga hardware em vez de comprá-lo. Trata-se de uma infraestrutura de computação instantânea, provisionada e gerenciada pela Internet.

A IaaS geralmente é usada nos seguintes cenários:

  • Cargas de trabalho em migração. Normalmente, os recursos de IaaS são gerenciados da mesma forma que a infraestrutura local e fornecem um caminho de migração fácil para mover aplicativos existentes para a nuvem.
  • Teste e desenvolvimento. As equipes podem configurar e desmontar rapidamente ambientes de teste e desenvolvimento, entregando novos aplicativos ao mercado com mais rapidez. A IaaS torna o desenvolvimento em escala e os ambientes de teste mais rápidos e econômicos.
  • Armazenamento, backup e recuperação. As organizações evitam o gasto de capital e a complexidade do gerenciamento de armazenamento, que normalmente exige uma equipe experiente para gerenciar dados e atender aos requisitos legais e de conformidade. A IaaS é útil para gerenciar demandas imprevisíveis e necessidades de armazenamento com crescimento constante. A IaaS também pode simplificar o planejamento e o gerenciamento de sistemas de backup e recuperação.

PaaS (plataforma como serviço)

O PaaS fornece um ambiente para criação, teste e implantação de aplicativos de software. A meta da PaaS é ajudar você a criar um aplicativo rapidamente sem a necessidade de gerenciar a infraestrutura subjacente. Por exemplo, ao implantar um aplicativo Web usando o PaaS, você não precisa instalar um sistema operacional, um servidor Web e nem mesmo as atualizações do sistema.

O PaaS é um ambiente de desenvolvimento e implantação completo na nuvem, com recursos que permitem que as organizações forneçam tudo, desde aplicativos simples baseados em nuvem até aplicativos empresariais sofisticados habilitados para a nuvem. Os recursos são comprados de um provedor de serviços de nuvem no modelo pago conforme o uso e acessados por uma conexão segura com a Internet.

O PaaS geralmente é usado nos seguintes cenários:

  • Estrutura de desenvolvimento. O PaaS fornece uma estrutura que os desenvolvedores podem usar como base para desenvolver ou personalizar aplicativos baseados em nuvem. Assim como uma macro do Microsoft Excel, o PaaS permite que os desenvolvedores criem aplicativos, usando componentes internos de software. São incluídos recursos de nuvem, como escalabilidade, alta disponibilidade e a funcionalidade de multilocatário, reduzindo a quantidade de codificação que os desenvolvedores precisam realizar.
  • Análise ou business intelligence. As ferramentas fornecidas como serviço com o PaaS permitem que as organizações analisem e minerem seus dados. Elas podem encontrar insights e padrões e prever resultados para melhorar as decisões de negócios, como previsão, design de produto e retornos sobre o investimento.

SaaS (software como serviço)

SaaS é um software que é hospedado e gerenciado centralmente para o cliente final. Geralmente, ele se baseia em uma arquitetura em que uma versão do aplicativo é usada para todos os clientes e licenciada por meio de uma assinatura mensal ou anual. Office 365, Skype e Dynamics CRM Online são exemplos perfeitos de software SaaS.

Custo e propriedade

IaaS PaaS SaaS
Custos antecipados Não há custos antecipados. Os usuários pagam apenas pelo que consomem. Não há custos antecipados. Os usuários pagam apenas pelo que consomem. Não há custos antecipados para os usuários. Eles pagam uma assinatura, normalmente mensal ou anual.
Propriedade do usuário O usuário é responsável por comprar, instalar, configurar e gerenciar os próprios softwares, sistemas operacionais, middlewares e aplicativos. O usuário é responsável pelo desenvolvimento dos próprios aplicativos. No entanto, ele não é responsável por gerenciar o servidor nem a infraestrutura. Isso permite que o usuário se concentre no aplicativo ou na carga de trabalho que deseja executar. Os usuários apenas usam o software de aplicativo. Eles não são responsáveis por nenhuma manutenção ou gerenciamento desse software.
Propriedade do provedor de nuvem O provedor de nuvem é responsável por garantir que a infraestrutura de nuvem subjacente (como máquinas virtuais, armazenamento e rede) esteja disponível para o usuário. O provedor de nuvem é responsável pelo gerenciamento do sistema operacional, pela rede e pela configuração do serviço. Os provedores de nuvem geralmente são responsáveis por tudo, exceto pelo aplicativo que o usuário deseja executar. Eles fornecem uma plataforma gerenciada completa na qual um aplicativo é executado. O provedor de nuvem é responsável pelo provisionamento, gerenciamento e manutenção do software de aplicativo.

Responsabilidades de gerenciamento

Uma coisa que deve ser compreendida é que essas categorias são camadas sobrepostas. Por exemplo, o PaaS adiciona uma camada sobre a IaaS, fornecendo um nível de abstração. A abstração tem a vantagem de ocultar os detalhes com os quais você talvez não se preocupe, para que possa começar a codificar mais rapidamente. No entanto, um aspecto da abstração é que se tem menos controle sobre o hardware subjacente. A ilustração a seguir mostra uma lista de recursos que você gerencia e que seu provedor de serviços gerencia em cada categoria de serviço de nuvem.

Uma ilustração que mostra o nível de abstração em cada categoria de serviço de nuvem.
  • A IaaS requer o máximo de gerenciamento do usuário entre todos os serviços de nuvem. O usuário é responsável por gerenciar os sistemas operacionais, os dados e os aplicativos.
  • O PaaS requer menos gerenciamento do usuário. O provedor de nuvem gerencia os sistemas operacionais e o usuário é responsável pelos aplicativos e dados que executa e armazena.
  • O SaaS requer o mínimo de gerenciamento. O provedor de nuvem é responsável por gerenciar tudo, e o usuário final apenas usa o software.

Dicas

Visite a nossa área de cursos ou acesse o nosso canal no YouTube para aprender mais sobre Python, Java, C#, Javascript, Xamarin Forms, Android Studio e muito mais.

Se inscreva em nosso grupo de estudos para compartilhar seus conhecimentos e interagir com a comunidade de desenvolvedores.

Foto de capa retirada de Negócio vetor criado por studiogstock – br.freepik.com

Texto retirado de Microsoft Learn

24 de agosto de 2019

0 respostas em "Tipos de serviços de nuvem"

Deixe sua mensagem

Site desenvolvido por © Danilo Filitto. Todos os direitos reservados.